terça-feira, 17 de maio de 2011

Out


Querias dar-me o cartão vermelho, mas foste tu que o levaste.

Se pensavas que estaria aqui de braços abertos para te receber, depois de me teres abandonado (para não dizer outras coisas), estás muito enganado...

Ai e tal "não tens culhões para isto e para aquilo", pois tive-os para te mandar à fava! De vez...

Não quero falinhas mansas, nem paleio...já metes nojo...

4 comentários:

  1. força nisso! e convicção! e acreditar que o melhor está por aí! cheio de amor!

    ResponderEliminar
  2. És uma gaja de "culhões" supersónicos. eheheh

    ResponderEliminar