sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Et voilá


Cheguei e é com esta vista fantástica que vou dormir e acordar 2 duas noites!
Um grande fim-de-semana me aguarrrrrda!

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Só comigo#11


Guardo as minhas coisas tão bem, mas tão bem, em lugares que ninguém vai encontrar, o problema é que inclusive eu nem sei onde as guardei!
E só depois quando não preciso delas é que as encontro, ou então, reviro tudo e digo convicta: aqui não há buracos, e se não foi parar ao lixo, então tem de estar aqui de certeza...pffff






quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Quero mais e é já no próximo fim-de-semana!


Tudo o que é bom acaba depressa, ai e tal claro que sim mas como tenho uma sogra no ramo da hotelaria, lá vai aqui o casalinho feliz para um fim-de-semana romântico em Vieira de Leiria/Figueira da Foz/Nazaré...weeeeeeeeeee que fixeeeeeeeeeeeeeee!

Mas ontem foi assim:


Jantar romântico e noite em Peniche de 27 para 28, passear imenso pelo Cabo Carvoeiro, Praia do Baleal, Óbidos, Lagoa de Óbidos e Foz do Arelho....depois de regresso a Lisboa, fomos jantar a Alcântara. Que estafa da boa!!!













Estou feliiiiiiiiiiiiiiiiiizzzzz ;)



terça-feira, 28 de outubro de 2014

Parabéns a mim!





Descobri este link que é bem giro! Divirtam-se que eu vou ali aproveitar o meu dia e amanhã voltarei com muitas novidades ;)






segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Já passou



O fim-de-semana foi uma estafa. Não física mas psicologicamente. Estive horas e horas na conversa com a ex do mais-que-tudo. Foi bem positiva a conversa mas não se ficou por aí, já hoje falámos de novo e há problemas e coisas que tenho de esconder do gajo e isso deixa-me um pouco "estranha". Chegámos a muitas conclusões juntas. Tenho ilusões. Tenho medos. Mas não quero pensar nisso agora, pois agora vou-me concentrar porque estou a poucas horas de ir passear ali para os lados de Peniche e Nazaré. Vou namorar e aproveitar ao máximo a noite e o amanhã que para mim é um dia super especial!!!!!!!

Fui, boa semana!



sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Eu sabia que este dia iria chegar...




Então é assim:
A filha do mais-que-tudo decidiu arranjar um cão, sem se quer perguntar ao pai ou avó, impôs a presença do cão no fim-de-semana do pai.
Elas foram de férias e o cão ficou cá com o filho mais velho. Este já é maior de idade e com alguma responsabilidade, trabalhava e cuidava do cão, embora os horários fossem um pouco estranhos! Enfim, o tempo foi passando e mais ou menos fomos levando.
No fim-de-semana do pai, a filha já veio para a "nossa" casa, pois ele mora comigo, logo é mais que óbvio que ela venha e que eu tenha condições para ela. No entanto, é SÓ para ela. NÃO é para o cão.
Ora eu adoro animais, mas sou uma mulher de gatos e na minha casa habitam 3 gatos, mais a gata na casa de cima. Eu não tenho condições, nem quero, para ter um cão. E no final do mês passado houve uma grande discussão entre os pais, pois a mãe fez a chantagem do costume: se o cão não for, a miúda também não vai.
Hoje é sexta-feira, é dia do fim-de-semana do pai, estou à espera para ver qual a decisão que ele vai tomar. Acho ridículo, se ele mora comigo, não tem de ir para casa da mãe passar o fim-de-semana. Não tem que colocar a minha sogra em estado critico nervoso e a pancada com a limpeza (pois ela desinfecta tudo com lixívia domingo à noite). No entanto a minha sogra também alimenta esta situação: ah e tal para não haver discussões, ele que venha com os miúdos e o cão.
Acho mal. Não tem de haver discussão nenhuma. Ele tem direito aos filhos e não às aquisições posteriores de qualquer tipo de animal. Eu não tenho de ir com bagagem para a casa da sogra, não tenho de alterar a minha vida/planos/rotina/afazeres por causa de uma senhora que é intransigente e chantagista.
Puta-que-pariu




quinta-feira, 23 de outubro de 2014

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Poupem-me



Por favor, não é a todos os homens que este estilo fica bem:






Pior: quando misturam o estilo acima com o estilo abaixo:





É a visão do inferno...




segunda-feira, 20 de outubro de 2014

O que é bom...


...acaba depressa:






O fim-de-semana foi super bom, o sol voltou com o calor, a esplanada, boas conversas, muitas gargalhadas, jantares e almoços e namorar: muito!
Hoje estou cá com uma vontade de trabalhar...gostava mesmo era de continuar de fim-de-ssemana, é que não me importava nadinha!!!


Boa semana, com muita força =)




quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Daquelas coisas #14


Comigo acontece-me quando não estou SuperConcentrada no que estou a fazer, mas, no outro dia sofri deste mal com o mais-que-tudo:

Aquele momento em que não queremos fazer barulho para não acordar ninguém, e vai daí: primeiro começa com o portão a bater (sem querer), a porta a ranger, os gatos miam e há sempre qualquer coisa que cai das mãos tipo o próprio porta-chaves, vai telemóvel e carteira tudo parar ao chão!!!!
O gajo ainda reclama e depois vem espreitar, a ver se me acordou: ah pois está claro que sim, com essa barulheira toda!!!!




quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Já aqui disse, mas repito:




NÃO SUPORTO GENTE QUE TRAVA NAS DESCIDAS E NÃO ACELERA NAS SUBIDAS.

Xiça pah, assim estragam os travões mais depressa e a minha paciência também!
(faça sol ou faça chuva é impressionante como conduzem da mesma maneira: a pastar a vaca)





terça-feira, 14 de outubro de 2014

Não querem querer?



Não foi para isto que andei a queimar as pestanas na faculdade: relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos, relatórios, gráficos.....
Fodassseeeeeeeeeeee mais aos trimestres.
Eu sou uma pessoa, escrevam isto, EU SOU UMA PESSOA SUPER IDIOTA QUE AINDA NÃO FOI DESCOBERTA....
Mas me aguardemmmmm!


(já tenho os neurónios a arder, nota-se muito)




sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Foram-me ao bef!



Ontem fui a mais um tratamento com o mais-que-tudo, desta vez com células estaminais ozonizadas, para regenerar a área lesionada.
Eu, que já andava melhorzita, comecei a ter um ataque de comichão nos mesmos sítios da cabeça...ai-jasus-que-lá-vou-eu! Falei-lhe nisso e num ápice o senhor disse-me: vá sente-se aqui que eu vou curá-la.
Sentei-me ainda incrédula, o mais-que-tudo aproveitou para explicar a minha ida ao dermatologista, ao que ele disse que tinha sido desnecessário pois que, o Ozono cura.

Ele: dê-me o braço para colocar o garrote.
Eu: garrote??? ai mãezinha o que é que me vai fazer?
Ele lá tentou tirar o sangue para uma seringa enorme, mas não deu porque a agulha saiu. Ora muda de braço. Já não me bastava doer-me um braço, ficou a doer-me os dois. Depois do sangue tirado, ozonizou o dito e eu perguntei-lhe:
Eu: Agora vai-me enfiar isso onde?
Ele: no rabinho
Eu: ahahahah seu brincalhão.
Ele com a seringa em riste: vá, quer de pé ou deitada? Calças para baixo antes que o sangue coagule, rápido.
Eu (ó céus socorrrrroooooooooo) deitei-me de imediato, riamos todos com a situação e tufas injecção na nádega. Não doeu mas ficou dorido.
Hoje estou que nem posso, dores nos braços e no rabo, mas e a comichão? Foi-se, ao menos isso!



PS: ando a passar com cada vergonha! Às tantas entrego para deus e seja o que ele quiser. Na verdade, eu sou mas é solidária com o meu gajo, assim já sei o que ele sofre!!!!!! Isto tem sido cá uma comédia que só visto...o que nos vale é que rimos imenso com estas situações para mim constrangedoras!




quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Só comigo#10


Quando vou fazer ou dizer algo de muito importante, se me distrair por 5 (ou menos) segundos, já não me lembro.
Dá-me nos nervos!!!
Depois volto atrás, literalmente, quer nos passos ou nas palavras e depois ou lembro-me ou nem por isso. E quando não me lembro na hora, passado um bocado (ou muitos), quando me lembro, mando um salto ou falo alto e quem está comigo até se assusta!



terça-feira, 7 de outubro de 2014

No fim-de-semana acontecem sempre coisas soberbas! (cont.)




À noite fomos a um aniversário, onde comida, bebida e muita dança não foi faltaram!
De seguida fomos a um bar de que gostamos muito e conhecemos o pessoal de lá...ora estava o meu gajo na conversa com um amigo e eu na pista a dançar o meu rock, quando começa a tocar a "nossa" música. Fui num ápice puxar o homem para dançar e estávamos felizes e contentes a dar o nosso show. A música termina e ele vai ao balcão de onde tinha saído e, puffff, num acto de mágica tinha desaparecido a caixa de enrolar o tabaco, as mortalhas e o Zippo.
Aquilo é um bar pequeno, não estava cheio, pelo que perguntámos ao pessoal e ninguém tinha visto nada.
Humm que estranho, pensei eu, e comecei a olhar à volta, quando vejo um puto a enrolar um cigarro. Fui nesse momento chamar o meu homem que lhe arrancou de imediato a caixa das mãos. Primeiro os putos não usam caixa para enrolar, eles fazem-no à mão. Segundo a caixa do meu gajo é incomum pois tem um clip a segurar a tampa, logo aquela era a caixa dele. O puto, em vez de ser humilde, afirmava que não tinha gamado nada e que a caixa era dele. Começou a gerar-se confusão.
Os nossos amigos acalmaram as coisas e eu continuava desconfiada, olhando à volta pois agora só faltava o isqueiro. O grupo começou a ir-se embora e havia um deles que estava tão podre de bêbedo, que mal se aguentava de pé, e começou a tirar tudo o que tinha nos bolsos para cima do balcão. Eu topei-o e quando me chego ao pé dele, estava em cima do balcão o Zippo e as mortalhas. Aquele isqueiro também é inconfundível, pois o boneco é a cara chapada do meu gajo.
Ai o camandro. Eu arranquei-lhe os pertences do meu gajo e virei-lhe as costas. No entanto gerou-se de novo confusão. Mas, o que vale é que eu tão de pressa sou de olhão como despachada, fui logo chamar um amigo nosso alto que nem uma torre para ajudar, pois o meu gajo ía atirando o bêbedo contra a porta e eu sou da opinião que com miúdos-burros-bêbedos nem vale a pena. E eu só pensava nas costas do homem...ai jasus.
Pronto, tudo acabou bem, o grupo foi embora sem mais problemas e nós também.


Não havia necessidade....


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

No fim-de-semana acontecem sempre coisas soberbas!



Primeiro é necessário agarrar as oportunidades: fui com o meu gajo ao tratamento dele, que além do ozono anda a fazer ondas de choque e com esta máquina específica, dizem que também é boa para tirar gordura localizada, estrias e levantar os seios e o rabo... Ora aqui a menina aproveitou a deixa e auto-nomeei-me para cobaia do sistema! Tufas andei a levar com ondas de choque três dias seguidos, parecia que tinha feito imensas flexões pois fiquei toda dorida...agora o milagre ainda não aconteceu...se calhar é esperar para ver!

Depois, é necessário confiar: fui ao médico (finalmente), receitou-me uma pomada para colocar no pescoço e atrás das orelhas, uma loção para o couro cabeludo e um anti-histamínico (que é o que me tira comichão, no entanto não cura, é necessário fazer o tratamento durante uma semana), vamos esperar também para ver os resultados!

É muito necessário também, descansar e ter paz de espírito: almocei com uma vista fantástica sobre a linha de Cascais, e comi um peixe maravilhoso!





To be continued...



quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Ontem fui-me mimar



Fui jantar com a minha cunhada, fomos às compras e fomos ao cinema. Isto porque ela disse que ía ao cinema sozinha ja que o marido estava fora e o filho estava com a tia, eu acho muito estranho alguém gostar tanto de ir ao cinema sozinha ao que ela me respondeu que para estar sentada a ver um filme, não necessita falar com ninguém, logo ir sozinha não lhe faz confusão...mas a mim faz! Que raio de gostos. Mas já que estávamos as duas, fomos assim num programa só de mulheres ver este filme:



Adorei, é uma chapadinha à sociedade Portuguesa, uma bela história de amizade com alguma comédia. Recomendo!





quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii


Ontém fui à farmácia, trouxe de lá este champô que me custou os olhos da cara:



Além disso a senhora disse-me que eu poderia tomar atarax (estou seriamente a ponderar essa hipótese), e ainda pomadas com cortisona (coloquei fucicort que tinha em casa).
Na hora, com a pomada, a coisa acalmou, mas hoje de manhã eu estava que nem podia: até a água a escorrer pela cabeça me fazia impressão, pois pareciam agulhas a espetarem....
Será stress/sistema nervoso? É que se for, tenho Livetan (Valeriana) em casa que posso eventualmente tomar..
No entanto já marquei consulta de dermatologia para sexta-feira...mas ainda falta tanto tempo... socorrrroooooooo

Entretanto fui à net e descobri que é exactamente isto.