quinta-feira, 21 de março de 2013

A frieza que eu conheço tão bem...


Os meus pais moram na casa ao lado da minha, então no dia do Pai e eu fui a correr logo de manhã (de saltos) dar um beijinho ao meu!
Ontem ele fez anos, e lá fui eu de novo a correr (de saltos sem sequer me lembrar que se não apoiar bem o pé que lá o torço de novo...ai credo) e ofereci-lhe um garrafa toda pomposa de vinho do porto reserva!
Ele dos dois dias nem estava à espera que eu lhe entrasse de rompante pela cozinha a dentro e saísse de novo a correr - já estava quase atrasada para o trabalho!!!
Ele é frio, mas no dia dos anos sorriu, disse que não era preciso nenhum presente (como aliás diz sempre, mas eu nem lhe ligo), mas sei que ele fica contente com estes gestos, um beijinho logo de manhã, apesar de não o demonstrar...sei-o porque se não o fizer ele é capaz de andar de trombas ou triste nos dias seguintes, mas eu nem posso levar em consideração que é raro ele dar-me os parabéns...dá-os logo aos meus sobrinhos no dia deles assim que os vê...mas nós (a malta lá de casa) é mais complicado para ele...não percebo mas tenho de entender e nem ligar a "esse pormenor"!
Enfim...faço-o feliz é o que interessa!



15 comentários:

  1. A relação com o meu era tão próxima que custa-me entender que a tua não seja. Mas cada um tem a sua vida. E se tu fosses como ele? :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando agi como ele, ficámos sem nos falar uns tempos...eu é que tenho sempre de dar o braço a torcer...já me custou muito, mas agora faço-o pelo prazer de ver a família feliz de novo!

      Eliminar
  2. A frieza é por vezes apenas timidez escondida...!
    Viste o selinho?

    Bjs


    Maria

    ResponderEliminar
  3. O meu pai nunca teve facilidade em demonstrar sentimentos de carinho e afecto. Mas sentia-os. E as poucas demonstrações que teve, ganharam uma importância enorme. Hoje, meras recordações...

    ResponderEliminar
  4. É estranho que ele seja afável com os teus sobrinhos e contigo não. Muito estranho mesmo...E não acredito que o faças feliz. Isso não é normal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "E não acredito que o faças feliz." ????? passou-se...

      Eliminar
  5. Olá. ainda bem que não te magoaste de novo. Eu não dei nada ao meu Pa...quem lhe dá sempre, é a minha mãe, mas como a semana tem sido atribulada, em termos de saúde, nem sequer houve tempo para comprar ou dar alguma coisa, por simples que fosse. O meu pai quando recebe uma prenda de anos, só abre o presente passado dois dias e a minha mãe zanga-se sempre por ele não ligar muito aos presentes. Ainda bem que o teu Pai adorou ;) , beijos e uma boa noite.

    ResponderEliminar
  6. O amor e o gostar mostra-se nos pequenos gestos, e é o que o teu pai faz.

    ResponderEliminar
  7. É como o meu tio... diz que não liga, mas derrete-se.

    ResponderEliminar
  8. "Enfim...faço-o feliz é o que interessa!" - Mais do que tudo que sintas e penses, acredito que o que efectivamente te importa é este remate de post, verdadeiramente. ;)

    ResponderEliminar
  9. Devo ser filha do teu pai: é que eu também tenho mais facilidade em ser querida e fofinha com os de fora, do que com os cá de casa. Excepção feita para quando estou com a minha sobrinha e os meus cães. Com esses derreto-me até aos ossos.

    ResponderEliminar