quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Da medicina...mais uma vez...



Há certas coisas que me acusam impressão, e impressão é favor.
A medicina no trabalho é uma delas. Nunca confiei muito nos resultados desta carrinha que cá vem à porta, com médicos diferentes a cada ano, estrangeiros e que não me inspiram nenhuma confiança.
Nos anos passados, os valores de colesterol/glicémia/tensão/electrocardiograma andavam ela por ela apesar de que os valores que eu tinha em análise feitas ao sangue e em jejum fossem sempre um pouco diferentes.
Mas desta vez foi um caos.
Eu disse-lhes o meu peso, e como emagreci imenso andei constantemente a fazer análises e sei dos meus valores. Ora dizem-me que o colesterol está a duzentos e tal (mentira porque eu tenho a cento e tal), a glicémia já nem me lembro mas a tensão dava 13/8 e aí eu desmanchei-me a rir. Então eu, que de há uns meses para cá ando sempre com a tensão super baixa, vêm-me estes tipos dizer que está boa? E nem café eu tinha bebido! Ao que o médico respondeu logo: está a dizer-me que estas máquinas não são boas? Eu prontamente disse que sim, mas que não iria dizer mais nada (até porque isto não interessa para nada, a não ser burocracia parva).
O certo é que a seguir ouço os meus colegas a reclamarem e a dizerem que têm a tensão super elevada com valores de 15, 16 e 18, wtf? Será que não se dão conta? Ou a malta daqui é toda acelerada e TODOS tê a tensão alta?
Apetece-me tanto mandá-los à merda.




9 comentários:

  1. Por aqui só medem tensão, audição e respiração. Supostamente fizeram análises à urina mas nunca soube o resultado. Não sei até que ponto esse serviço serve, mas cheura-me que é só para perder tempo e fazer com que o empregador gaste uns cobres.

    ResponderEliminar
  2. A única máquina que interessa é a registadora...o resto tudo tretas.

    ResponderEliminar
  3. No meu caso, eu vou a uma empresa 'especializada' em medicina do trabalho, mas é a mesma coisa.

    Sempre que faço o exame visual dizem que eu vejo mal. A sério??? Eu uso lentes de contacto de correcção (e não cosméticas) para quê? E depois ainda dizem que eu tenho que ir a uma consulta de oftalmologia. A sério??? Então quem é que me receita as lentes de contacto de correcção? Hum... se calhar é... (rufam tambores) o oftalmologista! Enfim...

    ResponderEliminar
  4. Acho que a medicina do trabalho em alguns sítios é mesmo "para inglês ver", para dizer que têm porque é suposto, mais nada. Por acaso tive sorte nas empresas em que trabalhei, numa delas esse serviço era excelente (porque tinha mesmo de ser, devido à área em que operava).

    ResponderEliminar
  5. Na minha empresa, não é uma carrinha que vem à porta. Nós é que nos deslocamos à clinica. Visão, audição, força de mãos, peso, tensão e pouco mais. Nada de surpreendente, nem resultados disparatados...

    ResponderEliminar
  6. Se fosse pelos diagnósticos destes médicos nunca haveriam doentes :))) enfim, mais do mesmo!!!

    ResponderEliminar
  7. Onde estive anteriormente, era uma medicina no trabalho à séria, boa. Agora, parece um farto-te de rir. Fui fazer os exames de admissão e aquilo mais parecia um exame americano, daquele de cruzinhas. Enfim... é triste, porque as empresas pagam pelo serviço... obvio, porque é obrigatório. Mas pelo menos que fizessem em algo fiável.

    ResponderEliminar
  8. Já ouvi tantos casos desses em tantas empresas. Que os valores davam todos alterados e casos em que receitaram medicamentos para tensões altas! É preciso ter sempre mais do que uma opinião!

    ResponderEliminar
  9. Great blog♥

    How about follow each other?
    I follow your blog. Waiting for you♥
    My Blog: http://juliemcqueen.blogspot.com

    ResponderEliminar